09Mar
2017
Comments
img_3088_apa_1912_orig

Conservar plantas frescas

Depois de preparar o recipiente ou a base e de ter à mão as plantas, é aconselhável fazer uma pausa para preparar o material antes de executar o arranjo. Com um pouco de atenção nesta fase, as flores durarão mais tempo e tornar-se-ão mais atraentes.
Mesmo que tenha acabado de cortar os pés de uma planta, deve voltar a cortá-los, sempre na diagonal, de modo a que uma maior superfície fique exposta. A seguir, arranque todas as folhas inferiores dos pés, para não apodrecerem na água. Retire também os espinhos. Os caules leitosos devem ser chamuscados para evitar que vertam seiva no vaso. E os botões mais altos (que nunca florescerão) das plantas carregadas deles devem ser retirados. Raspar a parte inferior dos pés herbáceos mais robustos c fender e raspar a parte inferior dos caules lenhosos ajuda-os a absorver a água.
Algumas plantas parecem ganhar com o chamado «tratamento de água a ferver». Embora possa parecer uma medida drástica, a técnica obriga o ar a sair pelos pés à medida que a água quente sobe, eliminando assim as bolhas de ar que impedem a água de atingir as cabeças das flores e as pontas da folhagem. Sem este tratamento alguns rebentos podem murchar. Por outro lado, também resolve o problema das cabeças de rosa pendentes.
Por fim, mergulhe todas as plantas em água abundante algumas horas antes de iniciar o trabalho, começando por verter água para dentro dos pés ocos.

Comentários

comentários




Saltar para a barra de ferramentas